Mercado

Pesquisadores desenvolvem na Bahia primeiro sistema de maracujá orgânico

Sistema foi desenvolvido em Lençóis a partir de experimentos em uma área de 10 hectares.

 

A Chapada Diamantina, que tem ganhado protagonismo na agricultura orgânica (sem defensivos agrícolas) com o cultivo de frutas, como o morango, agora é destaque no desenvolvimento do primeiro sistema para produção de maracujá orgânico do Brasil.

O sistema foi desenvolvido em Lençóis a partir de experimentos em uma área de 10 hectares, por parte do setor de Mandioca e Fruticultura da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), unidade de Cruz das Almas, no Recôncavo da Bahia.

Os primeiros resultados apontam que a produtividade do maracujá orgânico, de 28 toneladas por hectare, é quase três vezes maior que a do sistema convencional, de 10,5 toneladas/hectare, em média.

A produtividade do maracujá orgânico da Chapada também supera em muito a média nacional, de 13,5 toneladas por hectare. No Brasil, o maior produtor da fruta é a Bahia, onde há 16 mil hectares plantados em 191 dos 417 municípios, segundo dados de 2017 (os mais recentes) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A Bahia tem produção de 170.910 toneladas, o que corresponde a 31% da produção nacional, de 554,5 mil toneladas. O segundo maior produtor do país é o Ceará (94,8 mil hectares) e o segundo Santa Catarina (46,1 mil toneladas).

No estado, os municípios com maior produção, ainda com base nos dados de 2017 do IBGE, são Livramento de Nossa Senhora (30 mil toneladas), Ituaçu (11 mil toneladas) e Dom Basílio (10 mil toneladas).

Em Lençóis, onde ocorreu o experimento da Embrapa, não houve produção de maracujá em 2017, segundo o IBGE, mas os resultados do sistema orgânico deixaram empolgados os proprietários da empresa Bioenergia Orgânicos.

 

Leia também: 4 receitas caseiras de adubo e fungicidas para jardinagem

Leia também: Dinamarca tem maior mercado de orgânicos do mundo

 

Fonte: Primeira Página com informações do Correio 24 horas.

Redes Sociais