Mercado

Produção de algodão colorido orgânico avança na Paraíba

A produção está se intensificando três décadas depois de dizimada pela praga do bicudo.

 

A produção de algodão está se intensificando na Paraíba, três décadas depois de dizimada pela praga do bicudo. É o que se percebe no movimento de agricultores que, estimulados pela integração de parceiros que oferecem condições para o plantio, assistência técnica e a comercialização, eles manifestam interesse em voltar a plantar essa cultura.

Isso ficou evidente entre os participantes de eventos sobre a cultura algodoeira e nos contatos verificados nos escritórios da Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer), vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca.

Uma demonstração do interesse de agricultores familiares pela cultura do algodão foi constatada  durante a realização o Dia de Campo sobre Algodão Colorido Agroecológico no Sítio Lagoa do Barro, município de São Bento, promovido pelo Governo do Estado e parceiros, a exemplo da prefeitura municipal, bancos oficiais e empresários, onde obtiveram informações e puderam conhecer os resultados obtidos pelos que já trabalham com a atividade.

O Dia de Campo aconteceu na propriedade do agricultor Flaviano Lima. Lá, ele plantou quase um hectare de algodão colorido Rubi, que está sendo colhido nesta semana, e será comercializado para uma empresa de redes, com sede na cidade de São Bento. Além desse agricultor, outros 12 também aderiram ao programa.

O grupo empresarial também apoia a atividade algodoeira no Assentamento Margarida Maria Alves, município de Juarez Távora, Agreste paraibano, com doação de sementes e compra da produção. “Queremos ampliar as parcerias, apoiando mais agricultores que queiram cultivar algodão, distribuindo a semente e garantindo a compra da produção”, prometeu o empresário Armando Filho.

 

Leia também: Secretaria de Agricultura lança semente de milho orgânica

Leia também: Dinamarca tem maior mercado de orgânicos do mundo

 

Fonte: Primeira Página com informações do Portal TV Cariri.

Redes Sociais